6. Compartilhar

Facebook: a maior rede social
Nesse mundo conectado, como não marcar presença nas redes sociais se é preciso otimizar as vendas e sua comunicação? No Facebook, você pode criar uma página divulgando suas fotografias, e utilizá-la como vitrine dos seus projetos. O processo é simples e não tem custo. Pedir depoimentos dos seus clientes também é uma boa estratégia para atrair outros potenciais contratantes. Eles criam uma ideia positiva da sua marca e trabalho.

 

Instagram: valor nas imagens
É outra rede social onde o público interage e navega a partir de fotos. Essa ferramenta é extremamente eficiente para atingir clientes que seguem assuntos relacionados a um determinado seguimento. Mas para fazer sucesso, você precisa de fotos bonitas e produzidas. O próprio aplicativo sugere alguns filtros automáticos para as fotos. Isso pode ajudar em ambientes onde a iluminação não é favorável para a fotografia

 

GuruShots: É interessante encarar esse site como uma espécie de jogo fotográfico, é a fotografia gamificada. Você se diverte na competição, fica totalmente instigado a produzir mais fotos pra ter mais chances de vencer e acaba dando um novo sentido pras milhares de fotos que talvez passassem a vida inteira escondidas naquele seu HD.

GettyImages ShutterStock 

Existe, ainda, a possibilidade de vender fotos para bancos de imagem.

Como uma forma de ganhar dinheiro extra, essa prática possibilita ampliar o portfólio e focar em ações mais comerciais. Além disso, possibilita ao profissional encontrar o seu trabalho estampando em campanhas de diversos segmentos.

   "O que não te desafia não te modifica"