A palavra fotografia vem do grego e significa

“a escrita da luz”.  Sempre que estiver com

a câmera na mão, procure cenários com luz.

 

Por mais que você queira uma foto mais intimista

e com luzes pontuais, a câmera só vai conseguir

registrar uma imagem se houver uma informação

de luz para captar.

 

A luz tem três caraterísticas muito importantes a

conhecermos  que são:

Qualidade, Direção e Cor.

 

Sabendo utilizar  a nosso favor essas variáveis

 poderemos imprimir criatividade, ambiente e

estilo  em nossas fotografias. 
 

 

Qualidade da luz: a luz pode ser dura ou suave, vamos ver as diferenças entre cada uma: 


Luz dura: 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

Geralmente temos uma luz dura quando a fonte de luz é pequena ou distante (flash sem difusor, sol de meio dia, lâmpada comum) as sombras são duras e com muito contraste se perdendo detalhes nas zonas mais brilhantes e nas mais escuras devido a (em muitos casos) incapacidade do sensor de aguentar uma latitude de exposição tão grande. Porém cria efeitos muito legais se bem utilizada e as cores ficam vibrantes. 
 
 Acima  podemos ver alguns exemplos de luz dura criando sombras definidas e com alto contraste de iluminação. 

 

 


 Luz Suave:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Se a origem é uma fonte grande e difusa, também pode está muito próxima,  pode ser direcional  ou não  dependendo  da fonte . Direcional, por exemplo, se for  um flash através  de uma softbox ou uma sombrinha e não direcional se for o seu nublado. 


Este tipo de luz não origina sombras nem muito definidas ou muito escuras nem zonas muito brilhantes. 
As fotografias feitas com luz muito suave  podem não ter muita força por falta de contraste mas consegue-se registrar todos os detalhes da cena e as  cores primárias ficam  bem brilhantes. 

 

 

Direção da Luz:
Agora vamos falar um pouco sobre outra caraterística  importante  da luz  que modifica  a estética de nossas fotografias. 
 

 

Iluminação

Luz Zenital:  
Quando a luz ilumina o objeto de cima como a luz do sol ao meio dia por exemplo  , produz uma imagem plana sem muita profundidade nem encanto com sombras curtas e muito escuras . Nos retratos projeta sombras sobre os olhos. 
 
Aqui podemos apreciar como a luz zenital deixa sombras nos olhos e no queixo, porém  combinada com uma qualidade  de luz dura é  muito boa para  criar sensações  e ambiente nas fotos. É uma luz bastante utilizada para fotografia de nu artístico já que é possível tampar algumas partes do corpo com  as sombras duras. 
 

 

 

Luz Frontal:  
As sombras se formam detrás do objeto  dando um aspecto  plano,  se por exemplo o sol esta baixo  a iluminação é  cálida  e atrativa  porem gera uma longa sombra detrás do objeto, cuidado com isso. Este tipo de luz ajuda a registrar a riqueza de cores da cena. 

 
 
 

 

Luz Lateral: 
Cria um contraste que da relevância as texturas e contornos, nas paisagens  aumenta  a sensação de profundidade  graças a longitude das sombras. Com luz lateral o contraste é elevado e o resultado pode ser muito bom. 
     
Aqui um exemplos de luz lateral, uma boa luz para ressaltar as texturas e o volume. Podemos conseguir resultados interessantes combinando a qualidade com a direção da luz.  
 
 

 

Contraluz:  
Um objeto ou pessoa iluminada por trás se converte em uma silhueta, pode  ficar  rodeada com uma auréola de luz, o contraste gerado é altíssimo, podemos diminuir esse contraste  utilizando um rebatedor  ou um  flash com  pouca potência para não perder o efeito de contraluz. 
   
 As possibilidades criativas do contra luz são enormes. 

A temperatura da cor (WB-White Balance) "Correção Balanço de Branco"

Quando observamos uma cena, nosso cérebro compensa rapidamente a variação de cor e procura interpretar a cena como se fosse iluminada por uma luz neutra ou “branca”, mesmo que esta cena sofra interferência de uma luz de outra cor, como por exemplo, a luz esverdeada das lâmpadas fluorescentes, chamadas “frias”.

 

Nossa câmera fotográfica, no entanto, quando em um ambiente iluminado por uma lâmpada incandescente (luz de cor amarela), por exemplo, sofre a influência dessa luz e todos os elementos da foto ficam contaminados por essa cor. Nossa foto será amarelada.

Para evitarmos essa contaminação, devemos configurar o white balance (WB), balanço de cores ou balanço do branco.